sexta-feira, 15 de julho de 2011

Quanto cobrar pelo seu trabalho?

Essa é uma pergunta que intriga ou já intrigou a maioria dos designers.

Quanto eu cobro por tal serviço? Quanto será que os outros designers cobram? Quanto um escritório cobra? Será que meu preço tá caro? Ou barato demais?

Bom, tem algumas estratégias que facilitam muito fazer um orçamento.

Pense primeiro em quanto você quer ganhar por mês (um valor plausível por favor! Coloque um valor de acordo com sua experiência, e média de mercado). Agora divida pelas horas trabalhadas do mês. Pronto, agora você já sabe quanto custa a sua hora.

Agora pense em quanto tempo vai levar para executar tal serviço. Pense em horas trabalhadas de verdade, sem enrolação. Agora é só multiplicar pelo valor da sua hora. Esse valor que você chegou pode ser o valor final ou não.

É momento de usar o bom senso: Este valor está compatível com o de mercado? Está muito alto? Ou muito barato? E ai ajuste ou não o valor.

Se o tempo que você calculou é pouco mas o serviço vale mais aumente. Se o preço ficou muito alto para o serviço final, diminua. Se estiver na média de mercado, ótimo, mande esse orçamento mesmo.

Mas cuidado para não julgar seu cliente.

Se você diminuir o valor de um trabalho porque acha que o cliente não vai poder pagar pode acabar tendo mais dor de cabeça que lucro. E preço baixo não vai fazer o cliente fechar com você, mesmo que ele reclame no preço.

E se você tem um cliente grande, ou que você julga que paga bem, também não adianta aumentar muito o valor. Todas as empresas buscam bons preços. Ninguém joga dinheiro fora (ou quase ninguém...).

Faça sempre um preço justo. E não se arrependa do preço cobrado depois. Tenha sempre confiança no seu trabalho e preço, afinal, você não jogou um valor qualquer da cabeça.

Bom, essas dicas são para serviço.

Se você vai vender produto (material gráfico por exemplo), ai a coisa é diferente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...